Textos de Vanessa Carvalho

"A sua consciência tem um peso maior do que a opinião de qualquer pessoa."




Silêncio - Texto de Vanessa Carvalho

O silêncio é a linguagem da alma, é a palavra não dita, é a sabedoria dos sábios.

Ele é misterioso e guarda um mundo de idéias e pensamentos não expressos, e sem dizer uma palavra ele emana uma energia boa ou ruim, que pode contaminar o ambiente e se fazer presente.

Ele ás vezes assusta quem está perto e incomoda muita gente acostumada a se comunicar por frases, nem sempre bem ditas e que de tão faladas, já não são mais escutadas.

Ele é evitado por muitas pessoas que acostumadas a fugirem de si mesmas, recorrem a subterfúgios como alternativa para não ter que pensar, e assim se escondem no meio de todo mundo e vira um monte de gente igual, que agem de modo similar, sem personalidade e sem vontade própria.

A convivência diária misturada com pessoas de pouca criatividade, que buscam serem iguais aos outros e se satisfazem  copiar ao invés de criar, cultiva gerações pouco interessantes.

O silêncio é primordial para que pessoas especiais submergem e dê vida a vida.

Para quem está em silêncio, a princípio ele pode ser bastante barulhento, é um mergulho na alma.

Ele entra nas profundezas nunca antes exploradas e vai vasculhando, procurando se encontrar diante de um mundo mágico.

Essa viagem é demorada, não precisa de passagem, de dinheiro e passaporte, mas precisa de coragem e persistência.

A  medida que se aprofunda o silêncio vai se acalmando, a paz vai evidenciando e a vontade de persistir nele aumenta.

O silêncio é enriquecedor, e quem sabe vai chegar o momento em que a comunicação por ele vai ser mais presente e eficiente.

Nos últimos tempos as conversas que se ouve, tanto nos relacionamentos quanto no dia- a- dia de todos  ficaram bastante banalizadas e a palavra perdeu realmente o seu valor.

Hoje se promete muito, fala demasiado sobre tudo e todos e literalmente falam sem pensar, pois se pensassem, se analisassem para falar, não sairia tantos absurdos, tanta incoerência, tanta discrepância.

O silêncio ajuda a mente a se organizar e assim contribui para que o indíviduo  tenha uma relação melhor com a sociedade e com ele mesmo.  

As palavras normalmente possuem dúbio sentido e expressar somente por ela limita um pouco a conversa.

Infelizmente é o método mais comum usado.

A linguagem corporal apresenta também interpretação própria e o que acontece é que as vezes o corpo fala uma coisa e a palavra fala outra.

Então, é interessante escutar aquilo que a palavra e o corpo não fala.

È muito mais complicado do que grande parte das pessoas imaginam.

E quem pratica o silêncio, fala com o olhar, com sentimento, vai além, observa , espera sua vez, não tem pressa.

O ser humano que aprendeu a silenciar sua mente fala o que tem quer ser dito com critério, e uma vez dito, porque ter que falar sempre a mesma coisa.

Ele é pragmático e se expressa acertadamente, pois quando fala, é que muito já foi trabalhado em seu interior.

O silêncio é a solidão de cada um, é um oceano ilimitado, e é nele que se encontra a paz, a serenidade.

Cada um tem suas riquezas, tem o seu saber, e é dentro de si que as respostas se apresentam.

Elas estão lá dentro te esperando, entre, te contemple, medite e de vez em quando sai e deixa seu rastro por onde passar.

Deixe as pegadas de sabedoria, amor e luz.