Textos de Vanessa Carvalho

"A sua consciência tem um peso maior do que a opinião de qualquer pessoa."




Inveja - Texto de Vanessa Carvalho

Não é fácil falar sobre a inveja.

Ela é temida por muita gente e de certa forma rodeada de superstições.

É capaz de aterrorizar as pessoas e a quem atribui a ela, os vários casos de infortúnios.

Você conhece algum invejoso?

Provavelmente sim, mas pode ser que aquele que você pensa que é, não é.

Em grande parte, o comportamento do invejoso é muito sutil.

Ele te elogia, te cobre de bajulações, é todo solícito, mas consciente ou inconscientemente ele quer estar no seu lugar.

Quer aquilo que te pertence.

Deseja aquilo que é seu.

Não dá para perceber claramente o grau de inveja das pessoas.

Algumas são mais explícitas, outras nem tanto.

Para evitar o bote do invejoso, alguns se silenciam.

A vida vira um túmulo.

Não fala de suas conquistas, de suas alegrias e muito menos de seus amores.

Com receio de perder o que tem, pelo poder da inveja, se retraem.

Se fecham de tal forma, que só as tristezas são compartilhadas.

Afinal, quem não gosta de ficar livre das tristezas?

As mais ousadas, apresentam o comportamento contrário.

Provoca com sarcasmo a carência do invejoso.

São capazes de ostentar sem parcimônia os seus feitos.

Mostram o seu brilho, e que os raios de luzes cheguem a quem conseguir captar.

Essas pessoas podem até temer que os raios retornem em flechas, mas se arriscam em nome da ironia.

Será que a inveja afeta mesmo a vida das pessoas?

Pode ser que os mais sensíveis sintam alguma vibração diferente.

Uma energia meio pesada, uma nuvem meio escura querendo se aproximar.

Talvez, nada mais que isso.

Os mais sugestionáveis já começam a pedir proteção, e entre um amuleto e outro vai se amparando, se preparando para um possível e ordinário olho gordo.

Olho que engole, que suga, que maltrata.

Olho que não se satisfaz com o que tem.

Olho que é ganancioso e egoísta.

O invejoso é camuflado de falsidade.

De falso gostar, de falso querer bem.

É ele que sai prejudicado!!!! 

Ele para a sua vida, para observar a do outro.

Ele para a sua vida, para se imaginar no lugar do outro.

O invejoso vive a vida do outro, em diferentes sentidos.  

Ele está em qualquer lugar a te observar.

Pode ser que esteja fisicamente próximo ou a quilômetros de distância, mas continua a pensar naquilo que você tem.

Com todo esse desgaste, com toda essa energia gasta e mal canalizada a vida do invejoso não evolui.

Pode ser que consiga algumas coisas, mas possivelmente não vai tão longe.

Como tudo na vida tem retorno, o dele também virá.

Afinal, são as conquistas diárias, a persistência no trabalho, a maturidade com que se administra a vida, que proporciona cada um ter e cada um ser o que é.

A sorte ás vezes propicia ao sucesso, mas sozinha ela não faz grandes feitos.

Cada ser humano possui o que busca, e as oportunidades lhes são dadas de acordo com o caminho escolhido, de acordo com o merecimento de cada um.

O invejoso deveria transmutar a energia sinistra que acorrenta dentro de si, para uma melhor aceitação de si mesmo.

O seu projeto de vida deveria ser o de lutar para conseguir tudo aquilo que cabe dentro de seu terreno.

Deveria saber esperar o tempo da sua colheita, sem cobiçar o fruto que o outro cultivou.

Sem cobiçar a vida que o outro construiu.

Afinal, as riquezas dessa terra são vastas, tem para todos.

A terra circula constantemente, o movimento está acontecendo e vai continuar, queira ou não você.

As vitórias e conquistas aparecem para aqueles que acreditam nesse movimento.

Para aqueles que estão antenados e dispostos a agarrar as oportunidades e enfrentar os desafios.

Para aqueles que não olham para trás, nem para os lados para invejar o vizinho.

Pode até ser que olhe, mas como incentivo, como instinto de luta.

Que o olhar seja de satisfação, de admiração pelo outro.

E se ele conseguiu, o que faz você diferente dele?

E se ele conseguiu, você também pode conseguir.